26 maio 2012

O Diário de Bridget Jones - Helen Fielding


Título: O Diário de Bridget Jones (Bridget Jones's Diary)
Autora: Helen Fielding
Editora: 
BestBolso  
Classificação: 4/5
Páginas: 319


Escrito na forma de diário, o romance relata um ano na vida de Bridget Jones, uma solteira de trinta e poucos anos, que luta com todas as forças para emagrecer, encontrar um namorado, parar de beber e largar o cigarro. Uma história aparentemente comum, mas narrada em estilo impecável e com extrema sensibilidade pela jornalista britânica Helen Fielding. Bridget trabalha em uma editora, mora sozinha, é apaixonada por seu chefe e cultiva o hábito de conversar com amigas que, em torno de uma mesa de bar, sempre têm soluções teóricas para todos os problemas. É impossível ler este diário e não se identificar com a protagonista. O mundo está mesmo repleto de Bridgets.


O Diário de Bridget Jones foi certamente o primeiro Chick Lit, que eu li e de certa forma, quando penso nisso, acho que não poderia haver um livro melhor para começar a conhecer o gênero Chick Lit.

Helen Fielding conseguiu escrever um dos livros mais envolventes, engraçado e bem escrito que eu já li. Uma vez que você começou a leitura deste livro, não dá vontade de parar de ler pela curiosidade de qual será a próxima situação que a Bridget será colocada.

O livro é todo escrito no formato de um diário, durante um ano na vida de Bridget, o que eu achei muito divertido e um dos pontos positivos do livro porque parece que você está mais próximo dela o que torna a leitura muito divertida e agradável. Bridget é uma personagem carismática e apaixonante, mas que se acha gorda e ainda é dependente do álcool e do cigarro e é apaixonada por seu chefe. Confesso que ás vezes ficava com muita raiva da Bridget porque apesar de ela ser uma mulher de trinta e poucos anos, ás vezes parecia que a idade mental dela era muito inferior a isso. Eu acho simplesmente impossível que uma mulher leia esse livro e não se identifique com a Bridget, nem que seja só um pouquinho, porque ela é uma personagem real e bem construída, de certa forma, ela é bem humana.  Os outros personagens também não deixam a desejar, são todos ótimos e bem construídos, e dou certo destaque a mãe dela.

A estória do livro é muito boa, é um misto incrível de drama e comédia, mas muito mais comedia, aliás, eu ri demais lendo esse livro. O desfecho do livro é legal e cativante, apesar de já sabermos o que irá acontecer.

Eu recomendo esse livro para quem gosta de Chick Lit ou não, afinal, esse gênero não me atrai muito, mas mesmo assim gostei deste livro. É um livro clichê, mas mesmo assim o livro é muito bom e que sabe desenvolver uma estória, mesmo que clichê e me deixar envolvida.

16 comentários:

  1. Eu gosto de Chick-lit, mesmo que seja um pouco "fútil".. É tão bom saber que você tem um na estante para ler de pois de uma leitura mais pesada *---*
    Um dia desses quase comprei esse livro, mas acabei trocando por outro, me arrependo até hoje! rsrs'
    Adorei a resenha :D

    Beijos
    aritmeticadasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Aaawn, que gosto de chick-lit, sou doida pra ler esse livro, o da Becky Bloom, o Diabo veste Prada e os livros da Meg Cabot *O* Sua resenha só me fez querer ler mais ainda O diário de Bridget Jones ♥

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  3. A capa não é tão convidativa assim, mas sua resenha me despertou certa curiosidade.
    Beijos :)

    http://pollymomentos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Não costumo ler muiti chick-lit, mas são leituras tão gostosas de serem feitas, né? A capa não é a coisa mais linda, mas a história parece compensar completamente a falta de carisma da capa! rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Chick-lits não me atraem, assim como a história não me atraiu. Às vezes leio um ou outro, mas só mesmo como um escape daquelas leituras que dão um tapa na nossa cara rs. Acho que, apesar de você ter gostado, vou passar essa.
    Beijos.
    http://www.ultimoromance.com/

    ResponderExcluir
  6. Meu primeiro chick lit foi O Diabo Veste Prada, mas O Diário de Bridget Jones é com certeza um chick lit que eu TENHO que ler, por que se tornou um verdadeiro clássico.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  7. Oi Yara,

    Bom, eu já vi os filmes e adorei, acho que irei gostar bastante do livro... Eu adoro chick lits, mesmo tendo lido poucos. Estou louquíssima para ler O Diário de Bridget Jones.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Então... já ouvi falar desse livro, mas confesso que não me atentei muito justamente por saber que ele é do gênero chick lits, e assim como você estes não me atraem muito. Mas gostei muito da sua resenha, e acho que daria vez ao livro, sim. Parece gostoso e leve de ser livro, e, olha, estou precisando de leituras assim no momento.

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá :D
    Eu não sou muito fã desse gênero, sabe? Mas de vez em quando eu leio, pra não perder o costume q UASHUAHSAU Eu adorei esse livro, a Bridget é super engraçada e não tem como não se identificar com ela. Por isso adoro os personagens reais, são tão melhores <3 Adorei a resenha, que bom que gostou do livro.

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing

    ResponderExcluir
  10. Oie Yara!
    Ah, quero muito ler esse livro, eu amo os dois filmes, sempre que passa na TV eu assisto, muito engraçada a Bridget...! rsrsrs... Ótima resenha!!

    O que me convenceu a comprar diário de uma garota nada popular, foi a capa mesmo..!

    Bjs,
    Ariane;)

    ResponderExcluir
  11. Oi!!
    Não sou super fã do gênero, mas curto ler as vezes!
    Nunca li um livro escrito em forma de diário, sabia? HAUHA. Já li uns que ter partes do diário, mas todo não.
    Uma coisa que não curto nos Chick-lits é que as personagens se acham feias e são apaixonadas por bonitões e acham que não merecem eles. Me irrita! HAUHA.
    Não sei se isso acontece em todos os livros do gênero, mas pelo menos nos que li...
    Mas enfim, deve ser uma característica (tenho certeza de que é), não estou criticando, apenas não gosto. Enfim, HAUHA.
    Adorei a resenha. Me deixou curiosa!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Ei Yara!

    Ah, eu já li O diário de Bridget Jones e...não gostei muito não! Amo chick-lits, não consigo não ter um na estante me esperando, rs. Porque depois de leituras pesadas, nada como chick-lits para nos fazer dar boas risadas né? SHAUSH
    Mas com a Bridget eu não me dei bem. Achei ela tão fútil, egoísta...ai, ela só pensa nela! kkkkk Mas o livro não é ruim, eu gostei; mas não amei, sabe?
    Esses dias fui tentar ver o filme e dormi. Não sei se estava com muito sono ou se o filme é cansativos mesmo, rs.
    Muito boa a resenha ;D

    Bjoos'
    Lets

    ResponderExcluir
  13. Nunca li nenhum livro do gênero Chick-lit, tenho vontade de ler. Eu já assisti ao filme Diário de Bridget Jones e gostei, talvez seja a oportunidade para eu experimentar o gênero.

    Bjus!

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    Sou uma fã de chick-lits, mas ainda assim só fui começar a ler esse livro agora (Comecei ontem) e estou adorando, ela é muito divertida e simpática e de fato é impossível não se identificar com ela. Gostei muito da sua resenha,e mesmo já tendo visto o filme, fico com uma vontade de passar o dia inteiro lendo de tão envolvente que é a estória.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    http://vceoqueler.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Eu nunca tinha visto esse livro. Parece ser bem legal, mas nunca tinha visto. Nunca li nada do gênero...tenho que ler para ver se vou gostar tbm.
    Beijocas!
    http://palomaviricio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi Parabéns pela resenha.
    Tipo o livro não conheço, é a primeira resenha que vejo dele e me interessei muitoooo.
    Eu só tinha visto o filme, e dei altas risadas, agora quero ler o livro para ter minha propria opinião ^^
    Beijos
    Bruna-Livros de Cabeceira

    ResponderExcluir